BANCO DE CAPACITORES

A portaria DNAEE 1569/93 estabelece que o Fator de Potência deve ser, no mínimo, igual a 0,92, sendo obtido por equações entre potência ativa e potência aparente. O baixo fator de potência é cobrado em forma de multa.

Na fatura de energia elétrica, a cobrança é apresentada em forma de siglas, dificultando ao consumidor a interpretação e constatação desta multa.

O baixo Fator de Potência constitui-se de uma energia que não se aproveita (REATIVA), ou seja, a energia está presente, porém não é consumida. Para sua correção, é necessário instalar os capacitores de potência, cujos benefícios são:

  • redução direta nas contas de energia elétrica;

  • aumento na capacidade instalada do sistema energético;

  • melhoria dos níveis de tensão e corrente; e,

  • diminuição de perdas elétricas.